Comissão da Verdade, Waimiri/Atroari e “A Viagem de Bediai – O Selvagem”!


Waimiri/Atroari. Acervo: Edilson Martins.
Waimiri/Atroari. Acervo: Edilson Martins.

As coincidências da vida.

A Comissão Nacional da Verdade publicou hoje seu relatório final. Não foi fácil sua criação, e muito menos sua sobrevivência.

Não escondemos nossa satisfação à inclusão, neste relatório final, das violências sofridas pelos Waimiri/Atroari durante os Governos militares.

Com seu território no Amazonas, resistiram à passagem da BR-174, nos anos 60, 70, cortando suas terras, e ligando Manaus ao Caribe, Venezuela. Por haver minérios, os militares decidiram pela construção da estrada.

Pois bem; neste mês de dezembro o país vai conhecer o nome dos torturados, dos que perderam a vida, mas vai conhecer também o nome dos torturadores. Dando nome aos bois.

E neste mês, de dezembro, “A Viagem de Bediai – O Selvagem”, é lançado nas livrarias, toma o rumo das ruas, vai, certamente, incomodar almas sensíveis em sua caminhada.

E o livro, que vem sendo escrito há alguns anos, se debruça sobre a tragédia dos Waimiri/Atroari, a mais longa resistência que o país conhece de um povo que se recusou a viver no chamado mundo da civilização.

Até hoje, no quanto possível, tentam manter uma distância prudente da chamada civilização. Civilização? Que civilização, cara-pálida!

Compartilhar artigo

Edilson Martins

Edilson Martins

Jornalista, documentarista e escritor acreano com oito livros relacionados à Amazônia. Prêmio televisivo Wladimir Herzog e autor da última entrevista de Chico Mendes, na qual o ativista denunciou que estava marcado para morrer.

Loading Facebook Comments ...