Nossa tragédia ambiental é um projeto


Depois do terremoto… To desatualizada: alguém já ouviu a ministra do MMA ou alguma outra autoridade federal sobre a “lama”? Indignados? Já saiu alguma publicação aventando a má localização da população, dos bichos e dos rios atrapalhando o caminho da “lama” e do “desenvolvimento” nacional?

Para quem não conhece a Ministra do Meio Ambiente ou não se ateve em detalhes às últimas posturas e decisões do governo federal facilitando os processos de licenciamento ambiental e virando as costas e as armas da Força Nacional para índios, ribeirinhos e quilombolas, cá uma seleção de dez matérias dentre as que temos publicado desde 2014, a maioria delas em primeira mão.

Em http://coletivocarranca.cc/nenhuma-nacao-renuncia-ao-desenvolvimento/, ao ouvir a ministra, entende-se bem o projeto.

Nos demais links:

A consolidação do projeto…
- http://coletivocarranca.cc/funai-tambem-publica-instrucao-normativa-licenciamento-ambiental/
- http://coletivocarranca.cc/sem-portaria-especifica-fundacao-palmares-lanca-cartilha-sobre-licenciamento-ambiental/
- http://coletivocarranca.cc/patrimonio-arqueologico-e-cultural-sob-ameaca/
- http://coletivocarranca.cc/nova-portaria-interministerial-602015-licenciamento-ambiental/

A continuação do projeto…
- http://coletivocarranca.cc/br-319-ministerio-publico-federal-diz-pare/
- http://coletivocarranca.cc/br-319-manutencao-sonho-da-ditadura/
- http://coletivocarranca.cc/tecnicos-ibama-se-pronunciam-contra-pi-602015/
- http://coletivocarranca.cc/br-319/

E mais a nossa série no Tapajós!
- http://coletivocarranca.cc/?s=munduruku

O choro é livre.

–x–

Em tempo: Não é lama. É mercúrio. Refugo. Foi em Minas. Poderia ser na Amazônia. Uma tragédia brasileira e planetária. Colecionamos tragédias. Crimes. Não damos conta. Não nos emocionamos o suficiente. Não paramos o país. Foi só mais um sábado à noite. Fique muito indignado.

Drone sobre a lama:

“a culpa agora foi do terrível terremoto. desses que, volta e meia, acontecem no brazil e que derrubam barragens todos os dias. a filipinas é aqui. todo mundo sabe. não da vale. não das privatizações. não de FHC. não de aécio. não da flexibilização pornográfica das licenças ambientais pelo governo dilma.” (Tainá Moraes)

“LAMAS QUAE SERA TAMEM : MINAS CAGAES
> não basta a sinistra do 1/2 ambiente nem aparecer em Mariana; não basta a coração valente se omitir no desastre da lama; não basta aécio emprestar o jatinho do governo para luciano huck como “prioridades do governo”; não basta a mídia insistir q Minas Gerais agora tem terremotos/tremores (ué, deus não era brazileyro?); não basta o avião tucano com 500 kg de coca cair na fazenda do tucano e o piloto virar culpado; não basta a exploração predatória da agropecuária ter secado a nascente do rio São Francisco para sempre; não basta as minas geraes continuarem a apostar, há cinco séculos, no extrativismo radical do solo; não, não basta.
> a bosta quase se basta quando o (des) governador-empresário fernando pimentel, vinculado a um tal ex-partido q foi dos trabalhadô mas q se porta como um tucanô, dar entrevista coletiva sobre a tragédia de Mariana DENTRO da sede da empresa q causou a tragédia. e mais: ainda diz q a samarco é inocente. (pronto: já pagou a campanha dele.)
(Eduardo Logullo)

“Lama até o pescoço”. (Binho Baderna Miranda)

 

Compartilhar artigo

Raquel Boechat

Raquel Boechat

Queria ser Lispector, mas acabou Jornalista, Roteirista, Radialista, Mestre-Arraes e Mergulhadora que não sabe nadar, Cineasta sem filme, Escritora sem livro publicado. Então voltou pra escola para ver se faz Direito. No meio disso criou 17 APAs e encarou uma pós em Arqueologia. Neste momento é a especialista Marketing Político que chutou o pau da barraca em 2013 e virou manifestante sem cachê.

Loading Facebook Comments ...