O que o cliente quiser…

protestos anti-dilma em copacabana


Recentemente um colega, ex-editor de um grande jornal carioca, expôs seu quinhão sobre a já famosa foto da baba e da familia.Para ele, a foto não quer dizer nada, não representa nada. ” Sabe o que quer dizer a imagem de um casal, com bebê e babá no meio destes 3,6 milhões? Nada. ” ele afirma, categoricamente, enquanto continua.viceflamengo“Mas, evidentemente, vai trazer alívio a muita gente que precisa ter seus preconceitos satisfeitos.” Pela lógica dele, parece que fotografia nunca viola ou expõe contradições sociais. A foto da menina queimada por napalm pelos americanos pelo grande Nick Ut representa alguma coisa? Para ele, talvez a resposta fosse essa:

Sabe o que esta foto da ________ quer dizer? Não quer dizer nada. Busque na internet e vc encontrará fotos de ___________ .E de __________ . Vai também encontrar fotos de ____________. Cada uma destas imagens vai querer dizer nada. Vai também satisfazer ou incomodar os preconceitos de cada um.

O colega continua então comentando sobre simbologia oligárquica e como é possível encontrar uma para cada cliente. Nada mais condizente com sua lógica aparentemente pré-formatada e asséptica. Ele próprio, pra quem não lembra, ainda enquanto editor desse grande jornal carioca, fez uma capa histórica e factualmente errada – alem de bizonhamente fora dos padrões do próprio jornal – criminalizando e justificando a prisão de 70 pessoas, todas inocentes, nas escadarias da Câmara dos Vereadores. Tanta foi a polêmica que parte de sua própria equipe se injuriou com as atitudes do direção - como a de impedir a torrente de criticas que chegaram de irem aos jornalistas. Acadêmicos e outros colegas de profissão igualmente engrossaram o coro contra a vergonhosa cobertura desse fato triste na recente democracia brasileira.10603238_1002875966432592_4529572271906234159_n

A imagem da babá não serve – não deveria – para achincalhar as pessoas nela. Há ali uma profissional prestando um serviço e uma familia que a contratou para aquilo. Contudo, no dia de um dos maiores atos politicos de nossa história – quer concordemos com ele ou não – querer naturalizar e neutralizar a discussão sobre uma foto que chamou a atenção de muita gente, de todos os matizes políticos, é representativo de quem acha que pode “encontrar uma simbologia oligárquica que o cliente quiser”. O que é isso pra quem ajuda a fazer uma capa como essa?

Compartilhar artigo

Leonardo Soares Coelho

Leonardo Soares Coelho

Fotógrafo e jornalista

Loading Facebook Comments ...