Parada Gay 2013

*Rio de Janeiro


Milhares de pessoas se reuniram em Copacabana para celebrar a 18ª Parada LGBT do Rio de Janeiro. Mais uma vez o evento que é um marco na luta por mais inclusão, tolerância e respeito, coloriu a orla da praia nas cores do arco-íris.

2013 foi um ano de enfrentamento para toda a comunidade LGBT do país, o deputado federal Marcos Feliciano (PSC) tornou-se Presidente da Comissao de Direitos Humanos da Câmara e tentou aprovar um projeto que permitia o “tratamento para a cura” de homossexuais. O deputado que demonstrou ter posicionamentos homofóbicos, foi amplamente criticado por várias entidades defensoras de diretos humanos. Ele é o representante de um grande retrocesso, após décadas de luta para o reconhecimento homoafetivo. Apesar do clima de festa o ato lembrou pessoas que foram vitimas de crimes de homofobia no Rio de Janeiro.

Além de lésbicas, gays, bissexuais e transgêneros, famílias e simpatizantes se juntaram à festa que já faz parte do calendário da cidade desde 1995.

Compartilhar artigo

Loading Facebook Comments ...