Quadrilha


O Governador amava a PM que amava o MP
que amava Conforto que amava Poder que amava Dinheiro
que não amava ninguém.
O Governador foi para Paris, a PM foi isenta, 
o MP caiu em desuso, o Conforto sorriu,
o Poder suicidou-se e o Dinheiro casou com o Prefeito
que não tinha entrado na história.

Adaptado do poema “Quadrilha” de Carlos Drummond de Andrade

Compartilhar artigo

Mario Rocha

Mario Rocha

Uma vez ouviu de sua mãe que tudo que ela falava era pra lhe poupar sofrimento com a vida, mas ele sempre preferiu aprender vivendo. Já foi guia turístico, entregador de farmácia, tecnico de informática, animador de circo, ator e mais uma série de coisas que lhes são muito úteis até hoje, nem que seja pra contar história.

Loading Facebook Comments ...